Tema: 
Contribuições do PMM na estruturação do trabalho das equipes de saúde de família
Âmbito: 
Municipal. Municípios de Águas Belas-PE, Ouricuri-PE e Vitória de Santo Antão-PE
Unidade de análise: 
Dimensões da APS: acesso, integralidade, longitudinalidade, coordenação da atenção. Dimensões complementarias: Trabalho em equipe, Satisfação dos usuários. Boas praticas em saúde.
Principais resultados: 
1. Diminuição da inequidade em saúde por meio do aumento do acesso e cobertura. 2. Mais humanização e atenção integral em saúde. 3. Fortalecimento das ações de promoção e prevenção em saúde embasando os elementos da APS. 4. Qualificação das relações de cuidado e as experiencias dos usuários do SUS por meio da ampliação de diagnóstico e possibilidades terapêuticas. 5. Fortalecimento da orientação familiar e comunitária da prestação do cuidado. 6. Aumento da percepção do direito a saúde por parte dos usuários do SUS. 7. Melhoria da qualificação profissionais e cumprimento da jornada de trabalho das atividades nas USF.
Unidade executora: 
OPAS/OMS, Pesquisadores UFPE.
Metodologia: 
Qualitativa e Quantitativa Estudo de casos múltiplos. Coleta de dados com: entrevistas semiestruturadas, grupos focais, e registro de fotos, áudios e vídeos. Analise de dados secundários sociodemográficos e de saúde.
Resumo: 
Analisa aspectos operativos dos profissionais do PMM para produzir melhores resultados em saúde para a população dos municípios, sob a ótica de uma equipe de pesquisadores em saúde da Universidade Federal de Pernambuco. Ressalta as diferenças socioeconômicas e demográficas entre as localidades.