Últimas Notícias do Programa Mais Médicos

311019 apsforte30 de outubro de 2019 – A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e o Ministério da Saúde do Brasil divulgaram nesta terça-feira (29), em Brasília (DF), as três experiências vencedoras do “Prêmio APS Forte para o SUS: Acesso Universal”. A iniciativa, que contou com mais de 1,2 mil inscrições de todos os estados brasileiros, tem o objetivo de identificar, dar visibilidade, reconhecer e promover iniciativas municipais, estaduais ou regionais que tenham como foco a melhoria da atenção primária à saúde (APS), principalmente em relação ao acesso.

relatorio cidades dcnt31 de outubro de 2019 – Um novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) fornece orientações e ferramentas para os líderes urbanos enfrentarem algumas das principais causas de morte nas cidades. As doenças não transmissíveis (DCNTs) – como doenças cardíacas, acidente vascular cerebral (AVC), câncer e diabetes – tiram a vida de 41 milhões de pessoas no mundo a cada ano. Já os acidentes de trânsito matam 1,35 milhão.

011119 editalsifilis1 de novembro de 2019 – Estudantes de universidades públicas das áreas de comunicação e/ou saúde podem se inscrever a partir desta sexta-feira, 1º de novembro, no edital de chamamento público divulgado pelo Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) e pelo Ministério da Saúde do Brasil para produção de materiais de comunicação para rádios sobre prevenção da sífilis.

071119 malariachampions20197 de novembro de 2019 – Três municípios no Brasil, Guatemala e Honduras foram reconhecidos como Campeões contra a Malária nas Américas 2019 por seus esforços para a redução de casos da doença. Os prêmios foram entregues nesta quarta-feira (6) pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) e seus parceiros, no marco do Dia da Malária nas Américas.

091119 pactoreducaomm8 de novembro de 2019 – Após celebrar o Pacto pela Redução da Mortalidade Materna com 141 municípios, a Secretaria Estadual de Saúde do Pará apresentou nesta sexta-feira (8) a gestores, servidores e representantes de universidades estratégias para diminuir em 30% o coeficiente de mortalidade materna nas regiões do estado. 

Páginas