Últimas Notícias do Programa Mais Médicos

200518 vacinacopa29 de maio de 2018 – A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) recomenda que todas as pessoas que viajarão para a Copa do Mundo 2018 estejam com todas as vacinas em dia, incluindo aquela que protege contra o sarampo, a rubéola e a caxumba – conhecida no Brasil como tríplice viral. O campeonato mundial de futebol acontecerá entre os dias 14 de junho e 15 de julho, na Rússia.  

300518 notobacco30 de maio de 2018 – O consumo de tabaco diminuiu significativamente desde 2000, revela um novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS). No entanto, essa redução ainda é insuficiente para atingir as metas acordadas globalmente para proteger as pessoas da morte e do sofrimento causado pelas doenças cardiovasculares e outras doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs).

mais medicos aldeia trocara130 de maio de 2018 — A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) destacou nesta quarta-feira (30), durante o 13º Congresso Internacional da Rede Unida, em Manaus (AM), que a defesa da universalidade da saúde não pode estar só nas mãos de gestores e profissionais de saúde. “Precisamos levar esse conceito também para outras redes, outros grupos de pessoas”,  afirmou Joaquín Molina, representante do organismo internacional no Brasil.

maismedicos estudocasorn331 de maio de 2018 — A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) apresentou nesta quinta-feira (31) um panorama sobre o Programa Mais Médicos, durante o 13º Congresso Internacional da Rede Unida, em Manaus (AM). O organismo internacional tem acordos com os governos do Brasil e de Cuba para o Mais Médicos, articulando essa cooperação internacional entre os dois países – o que permite a mobilização de médicos cubanos para atuar no setor de Atenção Básica do Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro. 

010618 atividadefisica1 de junho de 2018 – Um novo relatório da Comissão Independente Mundial de Alto Nível da OMS sobre Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs) pede uma ação urgente para o tratamento de enfermidades crônicas e transtornos mentais. Para isso, é necessário um compromisso político de alto nível e o aumento imediato das ações para enfrentar a epidemia de DCNTs, principais causas de morte e de problemas de saúde no mundo.

Páginas