Últimas Noticias del SIMM

Páginas

Últimas Noticias del Programa Mais Médicos

260917 expectativadevida26 de setembro de 2017 – A população das Américas ganhou 16 anos de vida a mais, em média, nos últimos 45 anos – ou seja, quase dois anos por quinquênio. Agora, uma pessoa nascida no continente pode viver até 75 anos, quase cinco anos a mais do que a média mundial. No entanto, as doenças emergentes e não-transmissíveis, que causam quatro de cada cinco mortes a cada ano, são os principais desafios em uma das regiões mais desiguais do mundo.

roda conversa lgbti26 de setembro de 2017 – Para marcar mais um Dia Laranja, a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) promoveu nesta segunda-feira (25), em seu escritório em Brasília, uma roda de conversa sobre questões de identidade de gênero e de orientação sexual relacionadas ao trabalho. Um exemplo comum, mas que com frequência suscita dúvidas e pode causar constrangimentos, é o de qual banheiro indicar para uma pessoa transexual.

270917 gruposetnicos27 de setembro de 2017 – Ministros da Saúde dos países das Américas adotaram nesta terça-feira (26) uma nova política sobre etnicidade e saúde, na qual se comprometem a eliminar os obstáculos que as populações indígenas, afrodescendentes e povos ciganos enfrentam no âmbito da saúde.

270917 draetienne27 de setembro de 2017 – Carissa F. Etienne foi reeleita nesta quarta-feira (27), pelos Estados Membros, para seu segundo mandato de cinco anos como diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Ministros da Saúde reunidos na 29ª Conferência Sanitária Pan-Americana votaram por unanimidade em Etienne. Sua candidatura, não contestada, foi apresentada pelo governo de Dominica, seu país de origem. Ela assumirá o segundo mandato como diretora da Secretaria Sanitária Pan-Americana, secretariado da OPAS, em 1 de fevereiro de 2018.

280917 tobaccofree28 de setembro de 2017 – Autoridades de saúde de alto nível de todas as Américas concordaram nesta quarta-feira (27) em adotar legislação para criar ambientes 100% livres do consumo de tabaco em todos os países da região até 2022. Essa é uma das medidas que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera mais eficaz para o controle da epidemia de tabagismo e prevenção de doenças associadas.

Páginas